07/05/2009

VISITINHA: Casa de Dudu Tsuda

A peça eleita pelo A partir de 1,99: sacola plástica de feira decorada com clipes de bichinhos e flores de plástico para guardar toalhas no banheiro

Vasinho de vidro colorido de loja de 1,99, um presente de uma especialista no assunto, a idealizadora deste blog!

"Acordo. Fervo água. Escolho um chá. Leio metodicamente um ou dois capítulos do meu livro de cabeceira." Assim começa o dia de Dudu Tsuda, artista multimídia, produtor musical, tecladista e compositor de trilhas para espetáculos de dança contemporânea, desfiles de moda, documentários, cinema, vídeo arte e vídeo-game brasileiro. Como tecladista e pianista já colaborou com as bandas Pato Fu, Cérebro Eletrônico e com os cantores Junio Barreto, Fernanda Takai e Tiê. Atualmente toca no quarteto Trash Pour 4 e nas bandas Jumbo Elektro e Zeroum e investe em projetos experimentais de arte-tecnologia e música contemporânea.

Além dos múltiplos talentos já relatados, Dudu também faz a gente dar muitas risadas, promove reuniões deliciosas para os amigos em casa e compõe belas cenas do cotiadiano em seu lar escritório, cheio de detalhes lindos de decoração. O A partir de 1,99 mostra agora para vocês seus cantos e peças favoritos na casa do querido e único Dudu Tsuda.

Ainda no banheiro, tapetinho de grama artificial vira instalação com bichinhos de plástico e uma águia de metal.


Na sala, latafone sobre interfone e coleção de relógios antigos


Painel da instalação "Memórias Invisíveis", criada por Dudu com inspiração na casa de sua avó paterna Toyokiku (que significa flor de crisântemo), que ficou em cartaz no SESC Ipiranga. Curiosidade fofa: como os brasileiros tinham muita dificuldade em pronuciar seu nome de batismo, a doce batchan tratou de criar uma alcunha bem nacional: Dona Irene, como a personagem de rádio dos anos 1940.


A mesa de trabalho do artista, feita com uma porta revestida de papel Contact colorido.


Forma de sapato em madeira pintada comprada em Tiradentes

Casacos do figurino imbatível de Dudu e detalhe das paredes do escritório, pintadas com esmero de cor de rosa pela estilista mineira Luciana Cottini (uma das minhas preferidas), que também aplicou adesivos feitos em papel Contact em forma de gotinhas. Uma graça, né?

Ao final desta visita, quando o dia escurece e Tsuda nem percebe, surge um "ótimo momento para um dry martini ou uma gin tônica"."Como nem tudo é perfeito nesta vida, abstraio o ruído incessante dos ônibus na avenida, me perguntando porque eles simplesmente não seguem o silencioso exemplo do modelo francês: até a buzina é cordial, sendo um leve e singelo toque agudo de sino", completa Dudu.


9 comentários:

Tulipa Ruiz





disse...

muito do lindo!

Ruby Fernandes disse...

Que tudo! Adoro o trabalho dele. Conheço o pessoal do Trash, coisa fina! Show. bjobjo

Ozenilda Amorim disse...

Adorei a cesta, vou fazer uma para minhas revistas. Quanto ao artista, nunca ouvi falar dele, mas gostei do que viv aqui.
;)

Dudu Tsuda disse...

adorei! ficou lindo fê! beijos da montanha! d

Aline Aimée disse...

Que casa fofa!
Adorei a coleção de relógios e a parede do escritório!

Carol disse...

ohhhh, eu adoro tanto a Lu que já adoro o Dudu também :)

bialopes disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
bialopes disse...

nnoossaa! ha mto tempo não via uma dessas...[sacola plastica de feira] dicas de onde achar?! =]
[adorei a materia]

Marcia Aicram disse...

Olá, tudo bem ? gostaria de uma sacola desta de plastico de feira... ela fez lembrar minha vovó, amei! como faço pra comprar? mande resposta no meu e-mail: marcia1rejane2@hotmail.com obrigada mesmo...

leia mais

Related Posts with Thumbnails